Terça-feira, 14 de Fevereiro de 2012
A AUTO-HEMOTERAPIA É MAIS EFICAZ QUE A DESCOBERTA DO NOBEL DE MEDICINA
Auto-hemoterapia mais eficaz que a descoberta do Nobel de Medicina
Walter Medeiros A Auto-hemoterapia é mais eficaz para o aumento no
sistema imunológico do que as descobertas dos cientistas ganhadores do
Prêmio Nobel de Medicina de 2011. A opinião é de uma autoridade médica
brasileira cuja identidade preservamos para evitar que o Conselho
Federal de Medicina - CFM adote medidas punitivas no âmbito do que
consideram ética. A referida autoridade opina que as descobertas que
levaram à conquista do Prêmio Nobel de Medicina "só vem dar mais
comprovação da eficácia da Auto-hemoterapia". Ao comentar as
descobertas o citado médico - que é um dos maiores imunologistas do
Brasil - mostra que os ganhadores do Nobel "separam os fagócitos e
criam vacinas, porém no caso da Auto-hemoterapia são os macrófagos que
se quadriplicam, sendo, portanto, mais eficaz para o aumento no sistema
imunológico". Auto-hemoterapia, como vem sendo bastante divulgado nos
últimos anos, é uma técnica que combate e cura doenças com a retirada
de sangue da veia e aplicação imediata no músculo. Esta terapia vem
salvando vidas há mais de cem anos. Imunidade A decisão sobre o Prêmio
Nobel foi anunciada em outubro de 2011. A imprensa divulgou matérias
segundo as quais estudo sobre sistema imunológico dava o Nobel de
Medicina a três pesquisadores e que a descoberta possibilitou a criação
de medicamentos e imunizantes mais eficazes no combate a infecções,
tumores e doenças autoimunes. Explicava que a descoberta de mecanismos
cruciais para despertar a resposta do sistema imunológico rendeu o
Prêmio Nobel de Medicina a três pesquisadores. E acrescentava que o
conhecimento premiado possibilitou - e ainda inspira - a criação de
medicamentos e vacinas mais eficazes para combater infecções, tumores e
doenças autoimunes. Desde o século 19, os cientistas já conheciam a
ação de células capazes de devorar possíveis agentes patológicos - os
chamados fagócitos. O russo Ilya Ilyich Mechnikov - Nobel de Medicina
em 1908 - já demonstrara a ação de fagócitos em estrelas-do-mar
expostas a uma levedura. Mas a forma como o sistema imunológico
reconhecia os invasores permanecia um mistério, Segundo o jornal O
Estado de S. Paulo e Agência France Press. Em 1996, o francês, nascido
em Luxemburgo, Jules Hoffmann, estudava como moscas drosófilas
combatiam infecções. Descobriu que insetos com mutações em um gene
conhecido como Toll, até então associado apenas ao desenvolvimento
embrionário, não conseguiam identificar e combater microrganismos
patogênicos. O gene produzia receptores - substâncias presentes na
membrana celular - que reconheciam padrões moleculares associados a
potenciais ameaças. Dois anos depois, o americano Bruce Beutler
descobriu que os receptores do tipo Toll (TLR, na sigla em inglês) não
eram propriedade exclusiva de drosófilas. Camundongos, humanos e moscas
compartilhavam os mesmos sensores bioquímicos para iniciar a guerra
contra bactérias, fungos e vírus. Hoffmann e Beutler mereceram metade
do prêmio oferecido pela Fundação Nobel. Para cada um, 2,5 milhões de
coroas suecas - cerca de R$ 670 mil. A outra metade - cerca de R$ 1,3
milhão - coube ao canadense Ralph Steinman, que morreu uma semana antes
do anúncio do prêmio. Hoffmann e Beutler desvendaram os mistérios da
chamada resposta inata do sistema imunológico - que independe do agente
infeccioso. Já Steinman revelou o papel das células dendríticas,
responsáveis por despertar a segunda fase da luta contra os
microrganismos (a resposta adaptativa), que desenvolve armas
específicas - como os anticorpos - contra cada agente infeccioso. Ele
realizou sua pesquisa na década de 70. Artigo publicado em 13.02.2012.
Transcrito do endereço
http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-nobel.htm. NR: Walter
Medeiros é jornalista brasileiro, especialista em saúde, com vários
títulos publicados nesta área.


publicado por auto-hemoterapia às 18:47
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim
.pesquisar neste blog
 
.Dezembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Auto-hemoterapia X endome...

. Com auto-hemoterapia, pac...

. Proteinúria: auto-hemote...

. AUTO-HEMOTERAPIA MELHORA ...

. AUTO-HEMOTERAPIA CURA PN...

. Auto-hemoterapia recupera...

. Auto-hemoterapia pode tra...

. AUTO-HEMOTERAPIA CURA CRI...

. AUTO-HEMOTERAPIA NA CURA...

. AUTO-HEMOTERAPIA CURA A...

.arquivos

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

.tags

. todas as tags

.Visitantes
blogs SAPO
.subscrever feeds