Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2011
Auto-hemoterapia para epilepsia e pediatria

Sobre epilepsia e pediatria


Transcrito do DVD do dr. Luiz Moura:

“Dois casos de disritmia e convulsões


Nesses casos, duas crianças tinham comprovadamente uma disritmia. Eram disrítmicas, o eletroencefalograma delas era anormal e tinham convulsões que são chamadas convulsões epiléticas. As doses de fenobarbital que estavam usando eram tão altas que as crianças já não estavam tendo convulsões, mas praticamente estavam impossibilitadas de estudar e de andar de bicicletas. Não tinham condições para mais nada. Usei a auto-hemoterapia nestas duas crianças para eliminar esse excesso de barbitúricos que estava impregnando o cérebro delas.

Acontece que - depois que houve a desimpregnação - as crianças passaram a ter uma atividade normal, podendo brincar à vontade, andar de bicicleta. Deixaram de ter as crises convulsivas, sendo que uma delas há seguramente 20 (vinte) e tantos anos. E a outra, aqui de Mauá, há uns 3 (três) anos, mais ou menos.

Se eu tivesse depois pedido o eletroencefalograma dessas crianças e comparado com o anterior - antes de elas começarem o uso dos barbitúricos - essa comparação é que poderia provar se atua realmente corrigindo as ondas cerebrais, colocando em nível de normalidade. Isso é uma coisa que futuramente pode se provar com a maior facilidade, é que eu apenas pensei, como clínico, resolver o problema que havia. E depois o outro resultado foi inesperado, nem era o objetivo da auto-hemoterapia.


...”


Veja mais:

Auto-Hemoterapia Conversa com Dr Luiz Moura

 

 



publicado por auto-hemoterapia às 11:25
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim
.pesquisar neste blog
 
.Dezembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Auto-hemoterapia X endome...

. Com auto-hemoterapia, pac...

. Proteinúria: auto-hemote...

. AUTO-HEMOTERAPIA MELHORA ...

. AUTO-HEMOTERAPIA CURA PN...

. Auto-hemoterapia recupera...

. Auto-hemoterapia pode tra...

. AUTO-HEMOTERAPIA CURA CRI...

. AUTO-HEMOTERAPIA NA CURA...

. AUTO-HEMOTERAPIA CURA A...

.arquivos

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

.tags

. todas as tags

.Visitantes
blogs SAPO
.subscrever feeds