Terça-feira, 27 de Agosto de 2013
Epidermólise Bolhosa pode ser tratada com a auto-hemoterapia
Neto da coreógrafa Deborah Colker pode ser tratado com auto-hemoterapia
"Epidermólise Bolhosa pode ser tratada com a auto-hemoterapia O caso do
menor Theo, filho de Clara Colker e neto da coreógrafa Deborah Colker,
que tem Epidermólise Bolhosa poderia ser tratado com auto-hemoterapia.
Isto pode ser comprovado em consulta ao Dr. Luiz Moura, defensor desta
técnica usada há mais de 100 anos, com destaque em dermatologia.
Trata-se de técnica proibida de forma ilegal e arbitrária pelo CFM -
Conselho Federal de Medicina e Anvisa - Agência Nacional de Vigilância
Sanitária desde 2007, através de parecer incompleto e tendencioso e
Nota Técnica sem tal poder. O efeito benéfico da auto-hemoterapia já
foi noticiado em mais de 100 enfermidades, porém o Governo e órgãos da
área de medicina e farmácia não têm interesse em promover pesquisas na
área, já que tal comprovação nos moldes que eles exigem abalaria a
produção e venda de medicamentos. Temos conhecimento do caso de um
paciente de Dr. Moura com Epidermólise bolhosa que apresentou melhoras
com o uso da auto-hemoterapia. Como é sabido, Auto-hemoterapia é uma
técnica que combate e cura doenças com a retirada de sangue da veia e
aplicação imediata no músculo. Esta terapia vem salvando vidas há mais
de cem anos. A técnica vem sendo difundida pelo Dr. Luiz Moura, do Rio
de Janeiro. Outra grande defensora, usuária e estudiosa da
auto-hemoterapia é a enfermeira gaucha Ida Zaslavski, que fez contato
com a família sugerindo o seu uso na criança, pois a medicina não
oferece melhor alternativa. A enfermeira tira uma grande dúvida: como
se trata de criança, as pessoas imaginam coisas dolorosas com a
auto-hemoterapia. Mas ela explica que não é doloroso, e tendo um bom
preparo emocional ajuda muito. Esclarece que a quantidade para crianças
como Theo é pequena e que a aplicação é como tirar sangue para exame,
enquanto a injeção é como uma vacina. Afirma ainda que as aplicações
não causam reações nem efeitos colaterais. Ida Zaslavsky como
enfermeira é terapeuta e há 20 anos se dedica à auto-hemoterapia como
um estímulo imunológico. Ela conheceu a técnica com o Dr. Luiz Moura e
leva tão a sério que os resultados do seu trabalho foram transformados
em um livro para divulgar e esclarecer a todos sobre o assunto. Ida
lembra que a AHT tem muitos resultados positivos na área dermatológica.
A uso da auto-hemoterapia em dermatoses vem de tão longe que já em 1924
foi apresentada em Porto, Portugal, uma tese de doutorado sobre o
assunto. (Original da tese do Dr. Alberto Carlos David
-http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-tese.htm ) Pelo menos de
forma geral já é sabido que o Dr. Luiz Moura recomenda a
auto-hemoterapia nesses casos, por tratar-se de doença autoimune. No
vídeo-depoimento realizado por Ana Martinez e Luiz Fernando Sarmento,
mais conhecido como o DVD do Dr Luiz Moura, ela afirma que "Em toda
doença que tem uma origem autoimune - quer dizer, tem como origem uma
perversão do Sistema Imunológico, que ataca o próprio corpo como se
fosse um corpo estranho - é válido o uso da auto-hemoterapia". (Texto
do DVD transcrito -http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-1.htm )."
Texto publicado em
http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-eb.htm#Epidermólise_Bolhosa_p
ode_ser_ Pela transcrição, Ubervalter Coimbra 63 anos - Vitória - ES Em
http://hemoterapia.org/informacoes_e_debate/ver_opiniao/neto-da-coreogra
fa-deborah-colker-pode-ser-tratado-com-auto.asp NR: "... A Epidermólise
Bolhosa (EB) é uma doença grave e rara, não contagiosa, que se
caracteriza por uma sensibilidade muito acentuada na pele e mucosas com
formação de bolhas nas células epidérmicas, especialmente nas áreas de
maior atrito, como resposta a qualquer acidente doméstico ou casual, ou
mesmo mudanças climáticas. ...". Em
http://www.appeb.org.br/epidermolise.php da APPEB - Associação de
Parentes, Amigos e Portadores de Epidermólise Bolhosa Congênita


publicado por auto-hemoterapia às 18:43
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim
.pesquisar neste blog
 
.Dezembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Auto-hemoterapia X endome...

. Com auto-hemoterapia, pac...

. Proteinúria: auto-hemote...

. AUTO-HEMOTERAPIA MELHORA ...

. AUTO-HEMOTERAPIA CURA PN...

. Auto-hemoterapia recupera...

. Auto-hemoterapia pode tra...

. AUTO-HEMOTERAPIA CURA CRI...

. AUTO-HEMOTERAPIA NA CURA...

. AUTO-HEMOTERAPIA CURA A...

.arquivos

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

.tags

. todas as tags

.Visitantes
blogs SAPO
.subscrever feeds